E essa,agora?Endocrinologia da Noite…

Existe, a gente até sabe, mas aprofundar com um livro de medicina é complexo para leigos like me…
Vamos lá…é denso e vou pinçando o que interessa a nós,que não estamos em um congresso médico.
Introdução
Em relação à Endocrinologia e à Metabologia(!) ,o estabelecimento de um ritmo de secreção circadiano é fundamental para que se expresse o relógio biológico do ser humano.Se considerarmos que a constelação hormonal é responsável pela homeostase metabólica e hidrossalina,assim como pela regulação das emoções,do estresse,do alarme do organismo e até mesmo do afeto,sem dúvida podemos afirmar que os hormônios são a dádiva de Deus ao mundo.

Ao definir que os hormônios são substâncias de natureza química das mais variadas,secretadas em diversos órgãos com receptores em gradientes diferentes por todo o organismo, a interação homônio–órgão efetor perdeu seu caráter de órgão específico.

Quando muito,permaneceu o conceito,assim mesmo relativo,de órgão específico.

Procuraremos,de maneira sumária e, sobretudo,didática,sintetizar o ritmo hormonal durante a noite e sua importância no período do dia e mostrar a regulação dos relógios central e periférico da secreção hormonal.

Para que possamos,com precisão,estabelecer o ritmo circadiano de um indivíduo,é importante que tenhamos as seguintes informações:

Horas de sono em cada dia

  • Tempo gastopara dormir
  • Número de vezes que o sono foi interrompido
  • Tempo gasto entre deitar e levantar-se
  • Tempo necessário para atingir a máxima vigília
  • Informações sobre sonolência diurna
  • Tempo de sesta(se existir)

Os disturbios sono-vigília são tão importantes a ponto da Associação Psiquiátrica Americana (APA) incluí-los entre problemas psiquiátricos,ao criar o DSM-IV.

A presença constante de um padrão de sono desestruturado que obedece a uma má sintonia entre o padrão endógeno  e as exigências exógenas,leva a problemas com reflexos laborativos no indivíduo e, até mesmo,na sociedade.No entanto,é fundamental não esquecer que,além das alterações patológicas, o uso de medicamentos deve ser averiguado com cuidado.Assim,são 4 tipos definidos pela APA:

  • Sono atrasado :padrão de sono persistente que consiste em acordar e despertar tarde com incapacidade,em que pese o desejo, de fazê-los mais cedo.
  • Jet a trigésima semana de gestação: sonolência e alerta presentes em momentos inadequados do dia e que ocorrem após viagens entre zonas de diferentes fusos horários
  • Modificação de turnos de trabalho:insônia nos momentos em que o indivíduo deveria dormir e sonolência quando deveria estar desperto,frequentemente nas trocas de horário de trabalho.
  • Tipo não-especificado:ausência de padrão ou padrão frequentemente irregular.

O  ritmo circadiano está presente a partir  da trigésima semana de gestação e o relógio biológico oscila devido aos sinais maternos.

As variações do conteúdo de melatonina na pineal aparecem a partir da terceirasemana de vida extra-uterina e permite ao recém-nascido dormir sem horário. Uma atitude cronológica dirigida poderá levar a estratégias terapêuticas mais efetivas.

Recentemente ,localizou-se o controle genético do ritmo circadiano,possivelmente regulado pelo gene hPer2. O Instituto Médico Howard Hughes sequenciou este gene e descreveu uma família,em Utah,com mutações deste gene em que todos os membros da família tinham umpadrão de sono igual.

A melatonina,secretada pela pineal,que é o terceiro olho em evolução dos primatas,é um homônio que sofre ação no controle de sua secreção pela luz,de modo ainda não bem esclarescido.

Em geral,aceita-se ser esta substância participante de nosso sistema de relógio biológico,mantendo-nos informados da hora do dia, da temperatura do ano e do  transcurso do tempo.

Parece ter este hormônio um efeito sedativo suave,assim como cardiotônico via diminuição da secreção  de corticosteróides,além de ser discretamente  braquicardizante e hipotensor,produzir antioxidantes e apresentar discreta ação analgésica.

Aí, sangue bom!

Parando por aqui hoje, voltando depois de amanhã…a partir deste ponto,ok? Mas antes bora falar que aqui no Brasil é proibida a venda da melatonina,tão usada fora do país…

Sim…há de várias miligramas e tenho a bênção de um amigo trazer sempre, dos Estados Unidos. Está até acabando…

Mas bora falar mais: a melatonina fabricada em nosso corpinho é avessa à luz…daí os conselhos tão difundidos de não usar computador e celular pelo menos uma hora antes de dormir…altera sua produção, essa luz fina fina olhos adentro…cérebro adentro…

 

Fui também pesquisar do Dr Google algo específico sobre fases do sono:

 

Há cinco fases do sono: estágios 1, 2, 3, 4 e REM (sigla para Rapid Eye Movement ou Movimento Rápido dos Olhos). Normalmente, quando você está dormindo, você começa no estágio 1 e passar por cada etapa até atingir o sono REM. O ciclo recomeça a cada 90-110 minutos. Seu cérebro age de forma diferente em cada estágio. Em algumas etapas, seu corpo se movimenta, enquanto em outras, você permanece completamente imóvel. Algumas das etapas estão diretamente ligadas com a saúde de sua memória, concentração e até problemas com estresse. Afinal, o que acontece exatamente em cada uma das fases do sono?

  • Fase 1

É o sono leve, onde você experimenta um entrar e sair do sono, sendo facilmente acordado. O movimento dos olhos e os movimentos do corpo desaceleram. Você pode experimentar movimento espasmódico de pernas ou outros músculos. Estes sono inicial e tais espasmos são os que causam as repentinas sensações de queda que acordam um indivíduo no susto.

Gráfico de atividade cerebral

  • Fase 2

Cerca de 50 por cento de seu tempo dormindo é gasto nesta etapa do sono. Durante este estágio, o movimento dos olhos pára e suas ondas cerebrais (uma medida do nível de atividade do cérebro) tornam-se mais lentas, o corpo esfria e os músculos começam a relaxar. Haverá também breves explosões de atividade cerebral chamado fusos do sono, associados normalmente a espasmos musculares.

  • Fase 3

É a primeira fase do sono profundo. As ondas cerebrais são uma combinação de ondas lentas, conhecidas como ondas delta, combinadas com as ondas mais rápidas. Durante este estágio, pode ser muito difícil acordar alguém. Quando acordado durante este estágio, você pode sentir-se fraco e desorientado por vários minutos antes de recobrar plena consciência de seus arredores e ações.

  • Fase 4

Segunda fase do sono profundo. Aqui, o cérebro trabalha quase que exclusivamente com as ondas delta lentas. Também é muito difícil acordar alguém. Ambos os estágios de sono profundo são importantes para se sentir revigorado pela manhã. Se essas etapas são muito curtas, o sono não vai ser satisfatório. As ondas delta são medições da atividade do cérebro e normalmente estão associadas com o começo dos sonhos, ou seja, o descanso so cérebro das atividades do dia a dia.

Os estágios 1, 2, 3 e 4 são necessários principalmente par ao descanso e relaxamento do indivíduo, além da secreção do hormônio do crescimento para aqueles que estão neste estágio (principalmente adolescentes e crianças). Pessoas que tem problemas de insônia normalmente não conseguem passar do estágio 1 e as pessoas com má qualidade de sono raramente completam o ciclo com o sono REM.

  • REM – Rapid Eye Movement

Saúde na hora de dormir

Fase do sono em que a maior parte dos sonhos ocorre. Quando você entra em sono REM, sua respiração torna-se rápida, irregular e superficial. Seus olhos se movem rapidamente e seus músculos se tornam imóveis. A freqüência cardíaca e pressão arterial aumentam. Homens podem desenvolver ereções. Cerca de 20 por cento do sono é o REM. Começa a cerca de 70 a 90 minutos depois de adormecer.

O primeiro ciclo de sono tem um curto período de sono REM. A medida que os ciclos passam e o horário de acordar vai chegando, o tempo gasto no sono REM aumenta e os estágios de sono profundo diminuem

Os pesquisadores não entendem completamente o sono REM e os sonhos. Eles sabem que é importante para a criação de memórias de longo prazo. Se o sono de uma pessoa REM é interrompido, o ciclo do sono seguinte tende a não seguir a ordem norma, muitas vezes indo diretamente para o sono REM até o momento de onde o sono foi interrompido. Ter uma noite de sono sem REM não significa não ter um sono de má qualidade. Porém, é necessário tomar cuidado quando você sonha pouco: isso pode ser um sinal de algum problema de sono, de memória ou no estágio REM. Fique de olho e preste bastante atenção, pois um sono de qualidade não é uma opção, é uma obrigatoriedade. Cuide de sua saúde, descubra as causas do problema e tenha certeza de que você está fazendo tudo ao seu alcance em prol de um sono de maior qualidade. Seu corpo agradece!

 

Bem..Sol e Mercúrio continuam em Áries…há uma certa agitação no ar…compensada pela Vênus, ainda no reino de Peixes….sensibilidades à flor da pele…a Lua transita em sagitário, convidando a que deixemos  a parte instintiva  seguir…até chegar ao lado divino nosso…

Durma bem ou..acordem bem!

Nem um bocejo dei,até agora…vou tomar minha melatonina.

Paz e Luz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

~ por Cris Aragão em 29 de março de 2016.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: